NEWS

Post Top Ad

19 de fevereiro de 2022

Rússia faz exercícios militares com mísseis; EUA e Reino Unido reforçam promessas de sanções

 

As armas já haviam sido mostradas antes, mas duas delas foram projetadas para evitar defesas antimísseis dos Estados Unidos, de acordo com o jornal. O Kremlin disse que o teste foi projetado para mostrar a “tríade” da Rússia – lançamentos do solo, ar e mar, que refletem os tipos de armas do arsenal americano.



Também neste sábado (19), a vice-presidente dos EUA, Kamala Harris, reforçou que, se a Rússia invadir a Ucrânia novamente, os Estados Unidos e os principais países da Otan – a aliança militar do Ocidente – vão impor sanções sem precedentes ao país liderado por Putin.





Forças 'estratégicas'
Moscou também havia anunciado que o treinamento envolveria soldados do distrito militar do sul da Rússia, das Forças Aeroespaciais, das Forças Estratégicas e das frotas do Norte e do Mar Negro.

Segundo o Kremlin, o objetivo das manobras era "testar o nível de preparação" das forças envolvidas e a "confiabilidade das armas estratégicas nucleares e não nucleares".


Em sua definição mais ampla, as forças "estratégicas" russas servem para responder a ameaças, inclusive em caso de guerra nuclear. Estão equipadas com mísseis de alcance intercontinental, bombardeiros estratégicos de longo alcance, submarinos, navios de superfície e aviação naval com mísseis convencionais de longo alcance.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad