NEWS

Post Top Ad

24 de fevereiro de 2022

Rússia ataca Ucrânia pela terra, pelo ar e pelo mar



É o maior ataque de um país europeu contra outro do mesmo continente desde a Segunda Guerra; Putin justificou ação militar para proteger separatistas no leste e ameaçou quem tentar interferir. ONU pediu que ele recue e Biden disse que guerra será catastrófica.



O aeroporto internacional de Wroclaw, na Polônia, amanheceu com dezenas de voos cancelados para a Ucrânia com o fechamento do espaço aéreo.


A administração do aeroporto fez uma homenagem ao país vizinho nos painéis que mostram os voos de partida e chegada, com bandeiras azul e amarela.


Há 2 minutos

ONU anuncia US$ 20 milhões em ajudas humanitárias

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, anunciou uma ajuda de US$ 20 milhões para a Ucrânia.




Militares russos dominam aeroporto perto de Kiev

Um assessor da presidência da Ucrânia afirmou que o aeroporto de Hostomel foi capturado por forças russas.


O aeroporto militar de Hostomel fica a cerca de 23 quilômetros da capital de Kiev.


Mais cedo, autoridades militares ucranianas haviam dito que paraquedistas russos desceram de 20 helicópteros e 8 aeronaves Mi-8 e começaram a combater os ucranianos para controlar o aeroporto.


Vídeos obtidos pelo jornal “New York Times” mostram que houve uma luta intensa na região do aeroporto —nas imagens, é possível ver helicópteros voando acima do rio Dnieper em direção à cidade de Hostomel.


Em um vídeo divulgado pelas forças armadas da Ucrânia, se vê, aparentemente, um desses helicópteros sendo derrubados.



Chernobyl é tomada pelos russos

O conselheiro da Presidência da Ucrânia, Mykhailo Podolyak, informou que a usina nuclear de Chernobyl foi capturada pelas forças russas.


Ele disse que "não é possível garantir a segurança da área" onde há um depósito de resíduos nucleares e afirmou que essa é uma das "ameaças mais sérias para a Europa no momento".



A Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) anunciou nesta quinta-feira (24) que decidiu retirar todos os seus membros da Ucrânia assim que isso puder ser feito de forma segura,


A decisão foi informada por um diplomata da OSCE à agência de notícias Reuters.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad