NEWS

Post Top Ad

19 de novembro de 2020

Mundo - Venezuelanos encontram ‘narcojet’ de matrícula americana na mata e o destroem

 

No domingo, 15 de novembro, a Guarda Nacional Bolivariana (GNB) da Venezuela destruiu uma aeronave encontrada no meio da floresta, em uma pista clandestina no setor Caño Amarillo da região florestal de Catatumbo, no estado de Zulia Ocidental, reportou o Ultimas Noticias. 

O jato Gulfstream II destruído em um campo de pouso improvisado perto da fronteira com a Colômbia foi a terceira aeronave registrada nos EUA a ser destruída após violar o espaço aéreo da Venezuela em menos de cinco meses. O jato executivo era usado por traficantes de drogas, disse a GNB.

O chefe da Agência Nacional Antidrogas, Alberto Matheus Meléndez, tuitou as fotos da operação da GNB. Nelas, é possível ver o jato Grumman Gulfstream G-1159, com registro americano N104VV, em chamas. Não encontramos informações precisas sobre os operadores da aeronave, que aparece em nome de uma empresa financeira.Meléndez disse que o Comando de Defesa Aeroespacial “inutilizou” o jato para que não “sobrevoe nosso espaço aéreo sem autorização”. As fotos mostravam a aeronave em pedaços e queimando na improvisada pista de pouso de terra, que foi dinamitada e colocada fora de ação. 

A Guarda acrescentou que as tropas também destruíram equipamento de navegação aérea e 200 barris de combustível Jet A1 totalizando 25 mil litros, o suficiente para encher quase duas vezes aquele modelo de aeronave.

O site de notícias venezuelano Aporrea informou que o avião fazia parte de uma “frota” de “narcojets” usada para contrabandear cocaína da Colômbia para a Venezuela, depois para o México e finalmente para os EUA. O Gulfstream tem um alcance de cerca de 4.000 milhas (6.500 km), mais do que o suficiente para alcançar os EUA diretamente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O site oficial de Buerarema - Bahia

O site oficial de Buerarema - Bahia

Post Top Ad