NEWS

Post Top Ad



17 de novembro de 2023

MP-BA DENUNCIA CINCO HOMENS PELA EXECUÇÃO DE MÃE BERNADETE

 

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) ofereceu denúncia contra cinco homens pelo assassinato da líder quilombola e ialorixá Maria Bernadete Pacífico Moreira, de 72 anos, cometido no dia 17 de agosto deste ano, no Quilombo Pitanga dos Palmares, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador. Os acusados são Arielson da Conceição Santos, Josevan Dionísio dos Santos, Marílio dos Santos, Sérgio Ferreira de Jesus e Ydney Carlos dos Santos de Jesus.



O MP pediu a prisão preventiva de Ydney de Jesus. Marílio, alvo de quatro mandados de prisão em aberto, e Josevam estão foragidos. Arielson e Sérgio foram presos. A denúncia foi protocolada no dia 8 deste mês.



O órgão definiu o crime como homicídio qualificado por motivo torpe, sem chance de defesa da vítima. Bernadete foi morta em casa, com 25 tiros. Os netos da ialorixá presenciaram o crime.




De acordo com a Polícia Civil, a motivação do crime teve início com a insatisfação de um morador do quilombo com a reprimenda de Mãe Bernadete acerca da exploração ilegal de madeira praticada por ele. O homem instigou o crime e auxiliou os executores na ação delituosa, segundo as investigações.



Ele enviou áudios aos líderes do tráfico, informando que a vítima teria acionado a polícia contra suspeitos que se reuniam em um bar na comunidade Pitanga dos Palmares, na área quilombola. Com as informações, um criminoso acusado de liderar o tráfico na região ordenou a morte de Mãe Bernadete aos executores, conforme os investigadores.



O partícipe também facilitou a entrada dos autores no imóvel. Após o crime, um dos envolvidos facilitou a fuga de um dos atiradores e guardou as armas utilizadas no homicídio. O executor ainda não localizado é fugitivo do sistema prisional e tem condenação por homicídios cometidos em Simões Filho e Madre de Deus.



Diligências continuam no sentido de localizar os foragidos. Para colaborar, a população pode fornecer informações sem precisar se identificar, para o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública (SSP), ligando 181.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad