NEWS

Post Top Ad



6 de outubro de 2023

‘Algumas fraturas, mas vai dar certo’, diz médico baleado 14 vezes

 

“Pessoal, eu tô bem, viu? Tá tudo tranquilo graças a Deus. Só algumas fraturas, mas vai dar certo. A gente vai sair dessa juntos. Valeu pela preocupação. Obrigado!”, disse o médico paulista Daniel Sonnewend Proença, de 32 anos, que foi baleado 14 vezes mas sobreviveu ao ataque de criminosos em um quiosque Rio de Janeiro, na quinta-feira (5).




Três outros médicos, colegas dele, morreram: Diego Ralf Bomfim, Marcos de Andrade Corsato e Perseu Ribeiro Almeida.




A declaração de Daniel foi divulgada nesta sexta (6) num vídeo postado nas redes sociais. Nas imagens, ele aparece com uma máscara e deitado na cama de um hospital enquanto é filmado por outra pessoa.




Segundo o último boletim médico sobre o seu estado de saúde é estável, Daniel está lúcido, orientado e respira sem a ajuda de aparelhos. Ele deu entrada no Hospital Lourenço Jorge, onde passou por uma cirurgia ortopédica nas pernas, mas foi transferido depois para o Hospital Samaritano Barra.




O médico se formou pela Faculdade de Marília, interior de São Paulo, em 2016, e é especialista em cirurgia ortopédica.



Os quatro médicos baleados estavam no quiosque em frente ao hotel onde tinham se hospedado para participar de um congresso internacional de ortopedia.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad