NEWS

Post Top Ad



18 de julho de 2023

Irmãs gêmeas entram na igreja juntas para se casarem com irmãos também gêmeos: 'Foi lindo'

 

Dividir a mesma barriga e compartilhar experiências faz parte da vida de muitos irmãos gêmeos. Mas querer casar no mesmo dia e ainda escolher companheiros que também são gêmeos, não acontece com frequência. Em Palmas, uma cerimônia selou a união das gêmeas Kellyane Nazário de Abreu Marques Oliveira e Kelly Nazário de Abreu Marques Oliveira, de 20 anos, com os irmãos também gêmeos Maurício da Silva Oliveira e Marcelo da Silva Oliveira, de 23 anos.




Os quatro subiram ao altar na noite de sábado (15). Kellyane foi ao encontro do noivo Maurício e Kelly, de Marcelo. Mas bem antes do dia do sim, eles já chamavam a atenção por serem irmãs gêmeas namorando com irmãos gêmeos.




Em entrevista ao g1, Kellyane, que é estudante de Recursos Humanos, contou que sempre teve uma relação de muita união com a irmã Kelly, que cursa psicologia. Mas o sonho de casamento surgiu quando começaram a namorar os gêmeos Maurício e Marcelo.





A irmã Kelly conta que era uma vontade tão distante que nem passava pela cabeça dela casar todo mundo junto. "Eu sempre tive esse sonho, mas não pensava em se tornar realidade, até aparecerem os meninos...", comenta.




Foi em uma igreja evangélica que frequentam, na região sul de Palmas, que as jovens indênticas conheceram os gêmeos. A primeira a ‘entrar em compromisso’, foi Kellyane, com Maurício, no dia 1º de dezembro de 2021. Nessa época, todos ao redor especulavam que os irmãos de ambos deveriam formar um casal também.





Já o compromisso de Kelly e Marcelo começou meses depois. Assim que começaram a namorar, já veio a ideia da data do casamento. "A gente já marcou a data assim que começamos a namorar, no dia 14 de maio de 2022. Queria que fosse dia 15 de julho de 2023", conta a estudante de psicologia.




Apesar de já terem cogitado a possibilidade de se relacionarem com irmãos gêmeos, isso não foi um fato que chamou a atenção das jovens quando conheceram Maurício e Marcelo. “Eles tinha o essencial que era a presença de Deus e isso foi o que mais nos chamou atenção”, afirma Kellyane.




A irmã confirma. E complementa que era apenas como se tivesse namorando o irmão do cunhado. E Marcelo ainda comenta que a aceitação das pessoas foi muito boa.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad