NEWS

Post Top Ad



3 de março de 2023

Câmara de Caxias do Sul aceita pedido de cassação de vereador que atacou baianos

 

A Câmara de Vereadores de Caxias do Sul aceitou por unanimidade o pedido pela cassação do vereador Sandro Fantinel (sem partido), durante sessão nesta quinta-feira (2). Uma comissão parlamentar vai agora avaliar o pedido, com 90 dias para decidir se o vereador vai perder o mandato. Sandro Fantinel não comentou até o momento a decisão da abertura do processo que pode levar à sua cassação. Ao todo, quatro pedidos de cassação foram feitos, e todos foram analisados de vez, com uma única votação.



Fantinel fez um discurso na tribuna da Câmara de Caxias do Sul em que atacou os trabalhadores baianos, depois que um grupo foi resgatado em condições similares à escravidão em vinícolas da região. Na sua fala, o vereador pediu que produtores “não contratem mais aquela gente lá de cima”, em uma referência aos baianos, sugerindo que optem por argentinos, que são “limpos e trabalhadores”. O vereador disse ainda que baianos só sabem “bater tambor” e ficar na praia.



Depois da fala, em meio a uma onda de repúdio, Fantinel foi expulso do Patriota. Além disso, o deputado estadual Leonel Radde (PT) registrou um boletim de ocorrência contra ele.



O Ministério Público do Trabalho gaúcho afirmou que vai investigar o parlamentar por apologia ao trabalho escravo. O Ministério Público da Bahia também divulgou nota de repúdio. As Defensorias dos estados da Bahia e do Rio Grande do Sul também pediram a cassação do vereador. (Correio)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad