NEWS

Post Top Ad

18 de fevereiro de 2022

No 4º dia de buscas em Petrópolis, sirenes voltam a tocar; tragédia já deixa 120 mortos e 116 desaparecidos

 

Sirenes no Morro da Oficina, um dos locais mais devastados pela tempestade que destruiu parcialmente Petrópolis, voltaram a tocar na madrugada desta sexta-feira (18). Sons de alerta eram intercalados com pedidos para moradores buscarem um lugar seguro. 


Até a última atualização desta reportagem, não havia informações de novos deslizamentos nesta sexta. Este é o quarto dia de buscas. O número de mortos chegou a 120, segundo o Corpo de Bombeiros. Dos 101 corpos que estavam no Instituto Médico-Legal (IML), 65 são de mulheres e 36 de homens. 


Desses, 13 são menores e, ao todo, 33 corpos foram identificados. Nesta sexta-feira (18), o tempo permanece instável em Petrópolis. Voltou a chover forte na noite de quinta, o que fez a Defesa Civil acionar as 14 sirenes do primeiro distrito, para aviso de previsão de chuva forte na região. 


Por causa do mau tempo e do terreno instável, as buscas a desaparecidos foram suspensas à noite para garantir a segurança das equipes. (G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad