NEWS

Post Top Ad

16 de agosto de 2020

Mundo - Russos dão mais detalhes sobre a vacina e garantem que é segura e eficaz

 

A vacina contra covid-19, anunciada nesta terça-feira (10) pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, é segura e eficaz, segundo informações divulgadas pela agência de notícias Sputinik, daquele país. A vacina foi desenvolvida pelo Centro Gamaleia.

“A tecnologia de utilização de vetores adenovirais como vacinas vetoriais vem se desenvolvendo desde a década de 1980 do século passado”, informa a agência russa. “Ela é segura e eficaz, o que é confirmado em inúmeros estudos”, garante.

O governo de Moscou confirmou que ainda este mês começará a imunizar idosos e outras pessoas consideradas do grupo de risco, bem como pessoal da área médica e professores.

Já em setembro, será iniciada a vacinação em massa dos cidadãos russos, segundo o embaixador daquele país em Brasília, Sergey Akopov.

Akopov tem mantido conversações com o governo do Paraná para testagem da vacina e também para sua produção em escala industrial.

Sobre o Centro Gamaleia
O Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia é tambºem conhecido por Centro Gamaleia para homenagear o acadêmico honorário N.F. Gamaleia. Fundado em 1891, é uma instituição de pesquisa considerada líder no mundo no desenvolvimento de vacinas e medicamentos.

O centro possui uma das coleções únicas de vírus, e também possui sua própria linha de produção de vacinas.

O Centro Gamaleia desenvolveu e licenciou com sucesso duas vacinas de Ebola usando vetores de adenovírus.

Vacinas de adenovírus
A agência Sputinik divulgou o seguinte texto, para explicar a confiabilidade da vacina russa:

Os vetores adenovirais são considerados completamente seguros e também mais adequados para a modificação genética. Um vetor é um vírus que não tem o gene da reprodução, por isso não apresenta perigo de infecção para o corpo. Os cientistas usam vetores para transportar o material genético de outro vírus contra o qual estão fabricando a vacina, para uma célula.

Os adenovírus extraídos de adenóides e normalmente causadores de infecções virais respiratórias agudas (as SARS) tornaram-se os vírus mais comumente usados para a criação de vetores. Existem muitos estudos científicos no mundo em várias édições sobre a criação de vetores adenovirais. Os especialistas do Centro Gamaleya trabalham com vacinas vetoriais de adenovírus desde a década de 1980 e se tornaram líderes mundiais no desenvolvimento desse tipo de vacina.

Os cientistas do Centro Gamaleya criaram com sucesso e receberam um certificado de registro do Ministério da Saúde da Federação Russa para uma vacina contra o Ebola baseada em vetores adenovirais.

A vacina baseada nos vetores de adenovírus contra o síndrome respiratório do oriente médio está passando os últimos testes clínicos. Várias vacinas cantidatos contra COVID-2019 estão também baseadas nos vetores de adenovírus, mas por enquanto nenhuma delas usa o sistema de vacinação de dois vetores criado no Centro de N.F.Gamaleia.

Durante a criação da vacina o gene que codifica a proteína S do espinho do coronavírus implementa-se no vetor do adenovírus. O elemento introduzido é seguro para o organismo, mas ele faz o sistema imune reagir e elaborar anticorpos que nos protegem da infecção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O site oficial de Buerarema - Bahia

O site oficial de Buerarema - Bahia

Post Top Ad