NEWS

Post Top Ad

Bahia - Jacobina é citada em reportagem sobre barragens de rejeitos no The New York Times

Mais de 100.000 brasileiros vivem em declive de barragens de mineração construídas como a de Brumadinho, que desmoronou no mês passado, deixando 171 mortos e 139 desaparecidos, segundo nossas estimativas. Nós mapeamos onde as pessoas podem estar em risco.

O Brasil conta com 87 barragens de mineração construídas usando o mesmo método, conhecido como construção de rejeitos a montante, como a que entrou em colapso em Brumadinho. Esse projeto é arriscado, se não monitorado cuidadosamente, e especialistas alertam que um colapso pode acontecer novamente em um país onde nem o setor de mineração nem os reguladores têm a situação sob controle.

Analisamos cada uma das 87 represas a montante para estimar se isso poderia ameaçar as áreas povoadas, usando a análise geoespacial para estimar onde a lama poderia fluir se cada uma das barragens falhasse. Por pelo menos 27 dessas barragens, mais de 1.000 pessoas vivem em áreas de alto risco. Isso significa que eles estão em média a oito quilômetros do caminho das barragens - a distância que a lama percorreu após o colapso de Brumadinho.

Todas essas barragens foram classificadas pelo governo no mesmo nível de risco similar ou pior, como a barragem que rompeu em Brumadinho.

"Eu não compraria uma casa que estivesse de maneira ascendente a uma barragem de rejeitos construída a jusante", disse William F. Marcuson III, ex-presidente da Sociedade Americana de Engenheiros Civis. 

 E eu não permitiria que minha mãe alugasse ou morasse em uma casa construída no caminho de uma barragem feita usando o método a montante - disse William F. Marcuson III, ex-presidente da Sociedade Americana de Engenheiros Civis.

Aqui está uma análise de onde as pessoas podem estar em risco e quais empresas possuem as barragens, bem como estimativas aproximadas de quantas pessoas vivem em áreas de alto risco:

VEJA IMAGEM AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O site oficial de Buerarema - Bahia

O site oficial de Buerarema - Bahia

Post Top Ad