08 de outubro de 2018

Mundo – Imagem forte: Atriz de “Deadpool” pede indenização milionária após acidente em gravação

A atriz de ‘Deadpool’ Taylor Hickson está processando a Incident Productions Inc. por lesões faciais que sofreu no set do filme ‘Ghostland’. De acordo com o processo, iniciado nesta terça-feira, foi pedido a Hickson que batesse em uma porta de vidro durante uma cena emocional do filme de terror indie, que foi gravado em Winnipeg em dezembro de 2016.
Apesar das garantias do diretor Pascal Laugier e de um produtor que a cena era segura, Hickson quebrou o painel de vidro com o punho e sobre ela cairam cacos de vidro. Ela foi levada às pressas para o hospital e precisou de 70 pontos no lado esquerdo do rosto, segundo o Huffpost. Hickson, uma jovem atriz de 20 anos, descrita por seus advogados como uma “atriz bastante solicitada” antes do acidente, continua com cicatrizes, diz o processo. Ela perdeu dinheiro durante sua recuperação e agora “luta para encontrar trabalho como atriz e afirma que a dificuldade é devido a sua lesão.
Ela afirma que continuará a sofrer perdas financeiras futuras em um valor a ser comprovado durante o julgamento”. Hickson disse ao portal Deadline que também sofreu feridas além de físicas. “Tenho muita insegurança, conflitos, confusões, feridas, irritações e tristeza que aquele tenha sido o meu último dia no set e não foram tomadas precauções”, disse ela.
A Incident Productions “caiu abaixo do padrão legal de cuidados que se espera de uma empresa de produção”, disse Jason Harvey (do escritório de advocacia Tapper Cuddy LLP), um dos advogados de Hickson, em um e-mail para o HuffPost. “Acreditamos que este incidente era facilmente evitável e, infelizmente, resultou em ferimentos significativos para Taylor”. O filme intitulado ‘Ghostland’, coincidentemente, apresenta uma mulher com um rosto ferido em um cartaz. O filme deve estrear no dia 14 de março nos cinemas europeus.

Posts Relacionados