09 de outubro de 2018

Mundo – Forte terremoto deixa mortos e mais de 100 soterrados em Taiwan

O número de mortos durante o terremoto de magnitude 6,4 que atingiu a cidade de Taiwan, na madrugada este sábado (6) – sexta-feira (5) no Brasil – subiu para
13. As informações são da agência Associated Press. Entre os mortos,
estava um bebê de 10 dias. Mais de 200 pessoas foram resgatadas.A queda de cinco prédios na cidade de Tainan, entre eles o edifício Wei
Guan, de 17 andares, foi responsável por pelo menos 9 dos mortos e pela
maior parte das vítimas e de soterrados. Equipes de bombeiros e
militares continuam as buscas por sobreviventes no local. Outras duas
pessoas morreram pela queda de objetos em outros locais da cidade.
Na noite desta sexta-feira, a agência Reuters havia informado que 100
pessoas estariam soterradas nos escombros do prédio Wei Guan. Já a
agência Efe afirmou que seriam 120 desaparecidos. De acordo com a BBC, o
número de desaparecidos seria de pelo menos 30. Ao menos 154 pessoas
estão feridas – 49 em estado grave. Tainan tem quase 2 milhões de
habitantes.Os bombeiros conseguiram resgatar 123 pessoas do edifício de 17
andares. “Há 60 famílias nesse edifício”, disse um oficial dos bombeiros
Lee Po Min, que estima que cerca de 240 morem no prédio.
A Efe informou que 316 resgates haviam sido registrados na região abalada pelo sismo.
Segundo o USGS, o epicentro do terremoto foi registrado a 25 km ao sul
da cidade de Yujing e a 10 km de profundidade. O forte terremoto sacudiu
o sul do país às 3h57 locais (19h37 de Brasília da sexta). O panorama em Tainan é devastador, com edifícios colapsados, alguns com
andares destruídos e outros inclinados, além de veículos esmagados,
vazamentos de gás e interrupção do fornecimento de energia elétrica na
região.
O Ministério da Defesa taiwanês mobilizou mais de 800 militares para as
operações de resgate e salvamento, enquanto 168 mil lares tiveram o
fornecimento de eletricidade interrompido em Tainan, e 40 mil ficaram
sem água. As autoridades também anunciaram a formação de um centro de
resposta emergencial após o terremoto.
O presidente taiwanês, Ma Ying-jeou, e o primeiro-ministro do país,
Chang San-cheng, se dirigiram a Tainan para acompanhar de perto as
operações de resgate e salvamento, para oferecer suas condolências e
demonstrar solidariedade aos atingidos pela tragédia. O trem de alta velocidade que liga o sul ao norte da ilha interrompeu
seus serviços devido ao terremoto, num dia em que muitos taiwaneses que
vivem na parte setentrional do arquipélago vão para o sul para festejar o
Ano Novo Lunar, na segunda-feira (8), com seus familiares.
Muitos moradores do centro e do sul de Taiwan disseram que os tremores
lembraram o terremoto de magnitude 7,3 de 1999, que causou mais de 2,4
mil mortes. O país está situado em uma região de intensa atividade
tectônica, com tremores frequentes.
O Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico disse que não é esperado que o
tremor gere um tsunami destrutivo. Primeiramente o USGS informou que a
magnitude era de 6,7, mas depois revisou para 6,4. (G1)

Posts Relacionados