07 de outubro de 2018

Itabuna – Homem acusado de estuprar filha de quatro anos é assassinado e vídeo circula na internet

No fim da tarde desta terça-feira (01),  Rodrigo José Silva conhecido
como “Rodrigo Gago”, foi morto a tiros. O crime aconteceu no bairro Nova
Ferradas. A vítima chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital.

Acusação de abuso sexual
Em um vídeo, que começou a circular nas redes sociais após o
carnaval, mostrava um homem, supostamente Rodrigo, abusando sexualmente
de uma menina de 4 anos. No vídeo é possível identificar rapidamente a
criança. Segundo a mãe da menina, a criança relatou que estava sendo
abusada pelo pai, inclusive um inquérito já estava aberto na Delegacia
da Mulher.

Motivação do homicídio
Em entrevista ao Balanço Geral, tanto a mãe da garotinha, quanto o
delegado da DHPP, Marlos Macedo, acreditam que a motivação do
assassinato teria sido o vídeo circulado através do aplicativo Whats
App, que revoltou a população.

Entrevista na rádio
Em entrevista ao Plantão Itabuna, a mãe da menina confirmou ter sido
Rodrigo (pai da menina) o homem das imagens. Ela alega que a filha de
inicial “D”, na época estava em Salvador, pois teria ido visitar os
familiares do pai (Rodrigo), e lá o crime de abuso sexual aconteceu.
“Esse caso já vem rolando há 1 ano, esse vídeo é antigo, agora que
começou a circular, tem queixa na delegacia e minha filha fez exame de
corpo e delito que confirmou o abuso”, revela.
Ainda em entrevista por telefone, a mãe da menina acredita que
existem outras duas pessoas, um homem negro e um de pele branca, porém,
não sabe quem são. Outro detalhe recordado por ela, são as roupas que
aprecem no vídeo, a mãe afirma que não são da filha dela. “Eles vestiram
ela com aquela para disfarçar, não são delas”, (Radar Notícias)

Família de Rodrigo
A mãe de Rodrigo disse que cuidava da neta e que não aconteceu nenhum abuso. Ela acusou a mãe da neta de mentirosa.

Investigações

O homicídio será investigado pela DHPP (Delegacia de homicídios e
proteção a pessoa), e as acusações de abuso sexual contra Rodrigo serão
investigadas pela DEAM (Delegacia da Mulher).

Redação – Não publicamos o vídeo do suposto estupro, por respeito aos nossos leitores e por cenas chocantes. Aqueles que tiverem interesse em ter acesso, nos solicite via o WHATSSAP. Veja o contato do site na página inicial do Buera 24 horas. Atenção esse vídeo estar sendo investigado pela polícia para ver e analisar a veracidade dos fatos !!!

Posts Relacionados