26 de setembro de 2018

Buerarema – Pertubação de sossego alheio deixa moradores de Buerarema irritados durante madrugada e polícia impõe respeito

A cidade de Buerarema teve um dia atípico de sua normalidade. Isso por conta de moradores de uma fazenda as margens do Rio Macuco, local este situado nas proximidades do centro da cidade (Região da Praça do Machadinho), terem eles iniciado em um horário impróprio (3 horas da manhã) a PERTUBAÇÃO DE SOSSEGO ALHEIO, com uma estrutura de Som de alto porte. Diversos moradores solicitaram a Polícia Militar que a lei e a ordem prevalecesse. Uma Guarnição do pelotão local realizou durante o inicio da madrugada idas ao local, porém por conta de um Portão na entrada da fazenda, os mesmos não  tiveram acesso aos responsáveis, que por sua vez ao presenciar a chegada da guarnição, baixava o volume do som. Porém minutos depois o aumentava e desta forma causando a irritação de seus vizinhos, e principalmente o desrespeito com os policiais em serviço. A Guarnição obedecendo os padrões e regimes de segurança, aguardou o início do dia, para que, sob ordem do COMANDANTE DO PELOTÃO DA POLÍCIA MILITAR DE BUERAREMA – COMANDANTE NELITO,  direcionou a POLÍCIA MILITAR DE BUERAREMA com o apoio de Itabuna, para que fosse mantido a ordem naquela localidade. Ao chegar foi constatado logo na entrada de que um carro de alto padrão CAMARO estaria sendo conduzido por um menor sem o registro do CNH (Carteira Nacional de Habilitação). O mesmo foi conduzido para a Delegacia para os procedimentos legais e cabíveis. Logo após foi direcionado pelo comando da PM o retorno das guarnição ao local onde foi causado todo tumulto, para que assim fosse realizado à apreensão da estrutura sonora. Mediante relato do comandante e contendo em mãos vídeos comprobatórios, os policiais sofreram desacato ao funcionário público em serviço e desobediência por um dos membros da fazenda referida. O mesmo foi conduzido pela guarnição a Delegacia do município onde foi aberto um processo TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) –  Registro de um fato tipificado como infração de menor potencial ofensivo, ou seja, os crimes de menor relevância, que tenham a pena máxima cominada em até 02 anos de cerceamento de liberdade ou multa. A estrutura de Sonora foi apreendida e conduzida ao pátio do guincho em Itabuna ficando sob condução da Justiça. Por fim a ordem foi mantida e as apurações serão acompanhadas pelas autoridades cabíveis. 

Posts Relacionados

Imagem de Destaque do Post
Salvador – 70 kg de cocaína são achados dentro de freezer enterrado em terreno na Bahia

Setenta quilos de cocaína foram encontrados, na manhã desta terça-feira (21), dentro de um freezer que estava enterrado em um terreno, no bairro de Coutos, no subúrbio de Salvador. Ninguém foi preso. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), a droga foi achada em uma ação feita pelas Polícias Federal e […]