Brasil – (VEJA VÍDEO) “Racha” teria provocado tragédia na BR-343, Amigos mortos foram identificados

A suspeita é da Polícia Rodoviária Federal, que obteve imagens dos carros de luxo em altíssima velocidade. PRF se pronunciará após o laudo ser emitido.
Um vídeo da câmera de segurança de uma residência às margens da BR-343 divulgado no começo da tarde desde domingo (18) mostra os veículos envolvidos na gravíssima colisão que resultou em tragédia, entre as cidades de Altos e Campo Maior. As imagens mostram que em menos de três segundos os dois veículos passam rumo ao local em que ocorreu a colisão.
O vídeo mostra que às 8h18 os veículos envolvidos no acidente entram e saem de quadro em três segundos. Para efeito de comparação, uma caminhonete ultrapassada pelos dois carros leva sete segundos também para entrar e sair do quadro mostrado pela câmera de segurança. De acordo com informações do posto da PRF em Campo Maior, os dois veículos seguiam no sentido Altos – Campo Maior quando colidiram sobre a ponte do Riacho do Povo, cerca de 10 km após a saída de Altos. Os dois automóveis ficaram completamente destruídos e chegaram a se incendiar após a colisão. 
Sobre a colisão dos carros, o delegado de Campo Maior, Andrei Alvarenga, disse que ainda não há dados claros a respeito das circunstâncias em que ocorreu o acidente.
“Prefiro expor opinião somente depois do laudo da perícia”, afirmou. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) liberou o tráfego de veículos no local às 13h. “Uma coisa que se sabe é que os dois estavam em alta velocidade, pelo estado dos veículos”, disse o inspetor da PRF André Régis.
Vítimas identificadas
Já foram identificados os nomes de alguns dos envolvidos no acidente envolvendo dois carros importados, um Volks New Beetle e uma BMW 320i. O acidente foi registrado na manhã deste domingo (18), na BR-343, trecho próximo à cidade de Campo Maior, a cerca de 100km da capital Teresina. José Luiz de Paiva Igreja Segundo e Pedro Barbosa de Carvalho Filho seriam as duas vítimas fatais. A Polícia Rodoviária Federal (PRF-PI) ainda não identificou em que veículo cada um deles estava, já que partes dos corpos se espalharam pela via, tamanho foi o impacto.
Pela explosão de um dos carros, há a suspeita de que estariam em alta velocidade. José Luís era filho do jornalista e diretor do Diário Oficial dos Municípios. Já Pedro Filho era advogado. Uma outra pessoa estava em um dos carros envolvidos no acidente, mas ainda não foi identificada. Foi levada com vida para o hospital. Informações extraoficiais garantem que os dois faziam parte de um grupo de jovens que se reunia para tomar café aos domingos em algum local fora de Teresina. Donos de carros caros, que chegam a custar de R$ 150 mil a R$ 300 mil, por isso chamados ‘carros de luxo’, eles costumam apreciar de seus possantes em viagens breves. Desta vez o destino seria Campo Maior.
Não há confirmação de que esses jovens promoviam rachas. No entanto, pessoas próximas a eles informaram ao OitoMeia que costumavam pegar a estrada para ‘testar’ a velocidade de seus carros. Por isso que esta viagem envolvia vários carros importados, como o Volks New Beetle e a BMW 320i que se acidentaram. Havia ainda um BMW Mini Cooper e um GM Camaro, entre outros carros que podem chegar a custar até meio milhão de Reais. Costumam registrar velocidades de 100km/h em menos de 5 segundos.
Assista imagens feitas minutos antes da tragédia:















Posts Relacionados

Imagem de Destaque do Post
Bahia – Motorista morre após carreta tombar na BR-101 'vítima era primo da prefeita de Ibirataia'

Um motorista morreu após uma carreta tombar na BR-101, nas imediações da Curva da Pedra Branca, no município de Wenceslau Guimarães, no baixo sul baiano. O acidente foi registrado por volta das 16h dessa terça-feira (07). O corpo do condutor Jailton Carvalho dos Santos ficou preso às ferragens do veículo. A Polícia Rodoviária Federal interditou […]