09 de outubro de 2018

Brasil – Empresa alega que velocímetro de ônibus que matou 18 estava a 41 km/h


O velocímetro do ônibus envolvido em um acidente que resultou na morte de 18 pessoas na rodovia Mogi-Bertioga, na noite da última quarta-feira (8), registrava 41 km/h, alega a empresa responsável pelo coletivo. O motorista do veículo que levava estudantes de Mogi das Cruzes para São Sebastião e tombou na rodovia Mogi Bertioga, já no litoral paulista, Antônio Carlos da Silva, de 37 anos, também foi uma das vítimas fatais. O acidente ocorreu por volta das 23 h desta quarta. Segundo o delegado Fábio Pierri, o ônibus estava acima da velocidade permitida que é de 60 km por hora, mas a polícia ainda apura outros fatores que podem ter contribuído para o acidente.


Posts Relacionados