Brasil - Presidente do Paysandu renuncia após ter arma colocada na cabeça

O presidente do Paysandu, Sérgio Serra, renunciou ao nesta quinta-feira (6). O motivo foi a ameaça de morte sofrida por ele e sua família quando passeavam em uma praça de Belém, no último domingo. De acordo com Sérgio Serra, ele, a mulher e o filho, um adolescente que sofre autismo, brincavam no local quando homens armados desceram de uma moto e fizeram ameaças, cobrando melhores resultados do time.

O dirigente preferiu não prestar queixar à polícia, mas tomou a decisão de deixar o clube que presidia desde o início do ano. Nas redes sociais, a irmã de Sérgio, a jornalista da TV Globo Cristina Serra, contou detalhes da agressão. Segundo ela, os bandidos chegaram a apontar uma arma para a cabeça do dirigente.

0 comentários:

Postar um comentário

O site oficial de Buerarema - Bahia

O site oficial de Buerarema - Bahia