Brasil - Concursos: veja o que deve sair ainda neste ano


A forma de guiar os estudos antes da notícia de um concurso específico é motivo de divergência entre eles.

Primeiro, um órgão detecta carência de vagas devido a aposentadorias ou transferências de funcionários e solicita a abertura de concurso à pasta responsável pelo orçamento da União, do Estado ou da prefeitura. Depois, se receber autorização, é hora de escolher a banca que desenvolverá o edital da seleção. A partir daí, os prazos são três meses para a publicação do documento e mais três meses para a aplicação da prova. Esse é, de forma geral, o trâmite para a realização de um concurso público no país. E conhecê-lo, segundo especialistas, dá ao candidato mais tempo para sua preparação.

O concurseiro que é aprovado e classificado num concurso não é o que começa a estudar quando sai o edital. É a pessoa que acompanha as etapas dos concursos. Quando sabe que houve uma solicitação, começa a se planejar. Quando é autorizado, ele intensifica os estudos. Quando ocorre a escolha da banca, começa a filtrar o conteúdo. E quando o edital é publicado, começa a exercitar, explica o professor André Luiz, do curso Progressão Autêntico.
A fim de ajudar quem está entrando agora nesse mundo, o EXTRA pediu a ajuda de especialistas para antecipar alguns editais que devem ser publicados no segundo semestre deste ano (confira lista abaixo). Mas a forma de guiar os estudos antes da notícia de um concurso específico é motivo de divergência entre eles.
Para André, a primeira tarefa é escolher a carreira:
— Como policial, tributária, bancária... Cada carreira tem concursos com matérias similares. Isso facilita o acompanhamento de notícias e o estudo.
Já Rodrigo Schluchting, CEO do preparatório Elo Concursos, prefere outra tática:
— Estudar sempre as matérias básicas, como Português, Matemática, Informática, Direito Constitucional e Direito Administrativo. E quando abrir algum concurso com que a pessoa se identifica, pode estudar matérias específicas. Em tempos de crise, é muito difícil se prender a uma carreira, pois o concurso pode demorar a sair. A não ser que o candidato esteja desejando concursos mais pesados, que exijam formação em Direito, como juiz, delegado, promotor... Aí precisa focar.
Confira seleções esperadas:
TRE-RJ - A banca será escolhida em breve, através de pregão eletrônico. Para isso, já foi feita uma minuta do edital, que inclui cargos de níveis médio e superior: técnico e analista, respectivamente.
TRT - RJ - O concurso também já foi autorizado, com oportunidades para os níveis médio e superior. O edital deve sair até agosto.
MPU - O Ministério Público da União já formou uma comissão para a realização do concurso, uma vez que foram autorizadas as vagas para os níveis médio e superior. Há indicação de vagas para o Rio de Janeiro.

Ibama - O Ibama pediu 680 cargos de níveis médio e superior ao Ministério do Meio Ambiente.
TST - Mesmo ainda sem autorização, o Tribunal Superior já definiu sua banca: a Fundação Carlos Chagas. Deve ter vagas de níveis médio e superior. O edital pode sair no fim deste ano ou no início de 2018.
ANS - A Agência Nacional de Saúde enviou solicitação para um concurso com vagas de níveis médio e superior. Deve ter vagas para o Rio.
Funasa - Já foi solicitado um concurso pela Fundação Nacional de Saúde, para contratação de níveis médio e superior, com vagas para o Rio de Janeiro.
AGU - A Advocacia Geral da União solicitou 1.364 vagas, sendo 782 para técnicos (nível médio) e 582 para analistas (nível superior). Deve ter vagas para o Rio.
PRF - A Polícia Rodoviária Federal (PRF) pediu concurso para preencher postos de agente, de nível superior.
Receita Federal - Foi solicitado concurso para os cargos de auditor fiscal e analista tributário, ambos de nível superior, e de assistente técnico-administrativo, de nível médio.
(Ibahia)

0 comentários:

Postar um comentário

O site oficial de Buerarema - Bahia

O site oficial de Buerarema - Bahia