Brasil - Vale até engordar o bicho: Fla x Botafogo revivem clima de decisão

Flamengo e Botafogo se enfrentam neste sábado (5), às 17h (de Brasília), no Maracanã, em mais um duelo decisivo, o que se tornou comum nos últimos anos. O pano de fundo do encontro é a crescente rivalidade. As diretorias não falam a mesma língua e a situação ficou praticamente insustentável após a contratação do volante Willian Arão pelo Rubro-negro.
Se o clube da Gávea busca a conquista do sétimo título do Campeonato Brasileiro, o de General Severiano quer frustrar os planos do rival e garantir uma vaga no G-6 para disputar a Copa Libertadores em 2017. O desejo é tamanho que o presidente Carlos Eduardo Pereira até dobrou o bicho dos jogadores - divisão de R$ 200 mil - em caso de vitória no clássico.
O mandatário alvinegro não se preocupou em alfinetar o rival, assim como também fizeram Neilton e Sassá, todos apostando no triunfo sobre o Rubro-negro.
"É importante essa rivalidade. O Botafogo deixou de cultivar, mas tem que cultivar, investir e quebrar a polarização Flamengo e Vasco. O Botafogo é um participante importantíssimo historicamente e nossa gestão nunca perdeu para eles. Vamos colocar a invencibilidade em jogo", disse Pereira à Rádio Globo.
A iniciativa de dobrar o bicho e as declarações otimistas em General Severiano foram ignoradas na Gávea. Os rubro-negros optaram por não responder, mas utilizaram as afirmações como mais um fator motivacional para o duelo. Só a vitória interessa ao Flamengo na perseguição ao líder Palmeiras.
"Não tenho muito o que comentar sobre essas coisas, esse não é o nosso foco. Antes de jogos existe essa promoção. O Botafogo tem uma grande camisa, é um grande time. Vamos entrar respeitando muito, mas cientes do que precisamos fazer. O presidente falou de uma estatística", ponderou o técnico Zé Ricardo.
O fato é que a rivalidade com o Flamengo por parte dos alvinegros aumentou muito após o tri-vice do Campeonato Carioca (2007, 2008 e 2009). Tanto que o título de 2010, evitando o tetracampeonato é um dos mais exaltados pela torcida, que trata o Rubro-negro como o maior rival, mesmo a recíproca não sendo verdadeira.
O retrospecto recente do Botafogo contra o Flamengo em momentos decisivos não é positivo. Além da sequência ruim no Carioca, o Alvinegro acumulou uma dolorosa eliminação na Copa do Brasil de 2013, quando tinha Seedorf no elenco. Não foi o suficiente, o Rubro-negro goleou por 4 a 0 em um dos duelos e sagrou-se tricampeão.
Além dos péssimos resultados em campo, a rivalidade ficou ainda mais intensa por conta do relacionamento ruim nos bastidores. A primeira polêmica ocorreu no lançamento de uma camisa do Flamengo. A promoção se deu através de um vídeo no canal "Porta dos Fundos" para mostrar a peça em primeira mão. O problema é que a esquete de humor tirou sarro do Botafogo, que na ocasião estampava patrocínios de varejo na camisa. O caso está na Justiça.
Em seguida, o problema envolvendo o volante Willian Arão. O Alvinegro pagou pela renovação automática do contrato por mais um ano, mas o volante preferiu jogar no Rubro-negro, que leva a melhor por enquanto nos tribunais. O Botafogo não teve qualquer ressarcimento pelo atleta. Os rivais estão cada vez mais distantes e os duelos ganham contornos decisivos por tudo o que cerca os clubes. Por essas e outras, conquistar os três pontos é apenas um dos objetivos no Maracanã.
FLAMENGO X BOTAFOGO
Data/hora: 05/11/2016, às 17h (de Brasília)

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Auxiliares: Kleber Lucio Gil (SC) e Fabricio Vilarinho da Silva (GO)

Flamengo
Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão e Diego; Gabriel, Fernandinho e Guerrero

Técnico: Zé Ricardo

Botafogo
Sidão; Alemão, Joel Carli, Emerson e Victor Luís; Airton, Rodrigo Lindoso, Bruno Silva e Camilo; Neilton e Sassá

Técnico: Jair Ventura
(UOL)

0 comentários:

Postar um comentário

O site oficial de Buerarema - Bahia

O site oficial de Buerarema - Bahia